Assistentes virtuais de telecom, até que ponto podemos substituir?

Assistentes Virtual

Você provavelmente já deve ter ouvido falar sobre assistentes virtuais, chatbots ou inteligência artificial, mas sabe do que se tratam?

Os chatbots e os assistentes virtuais são exatamente a mesma coisa. Trata-se de programas de computador desenvolvidos para atender às necessidades, dúvidas ou ajudar o ser humano a resolver determinadas questões.

Já a inteligência artificial, é a capacidade que as máquinas possuem para entender, compreender, reproduzir e processar qualquer tipo de linguagem e comportamento do ser humano.

É ela a responsável por fazer os chatbots aprenderem formas de interagir com as pessoas, por meio de conversas que imitam nosso comportamento.

Conheça os planos TIM controle e encontre o melhor para você falar, usar Whatsapp e mídias sociais.

Mas até que ponto os assistentes virtuais podem substituir o trabalho humano em diversas áreas, como a da telecomunicação?

Neste artigo você terá acesso a diversas outras informações relacionadas a essa tecnologia, quais suas possibilidades de uso e em quais áreas ela substitui ou trabalha em conjunto com o ser humano. Então, para saber mais, continue a leitura até o final!

Leia também: https://patentimages.storage.googleapis.com/4b/87/6e/4971715428f5dd/US7974398.pdf

Assistentes Virtual
Fonte: https://www.ambienteplastico.com/desarrollan-estudiantes-del-ipn-chatbots-para-problematicas-sociales/

Para que servem os assistentes virtuais?

Os assistentes virtuais ou chatbots foram criados para ajudar as pessoas a resolverem certos problemas ou dificuldades.

Sua grande popularização se deu com os smartphones, que tornam pesquisas em motores de busca, realização de chamadas telefônicas, abertura de aplicativos ou a seleção de músicas mais rápidas e por meio de um simples comando.

Nas empresas de telecomunicações, as dúvidas mais simples, como a emissão de faturas, o agendamento de visitas técnicas, a compra de produtos, o agendamento de consultas médicas, as reservas de passagens aéreas, entre outras, podem ser feitas diretamente através do atendimento digital, sem a necessidade de conversar com um profissional da área.

Isso faz com que o atendimento seja mais ágil, diminuindo filas e tempo de espera, deixando apenas os problemas mais complexos para serem resolvidos pelos profissionais de atendimento.

Os assistentes virtuais foram desenvolvidos com tal capacidade que conseguem até compreender se a linguagem de determinado cliente é mais rebuscada ou mais informal, se adaptando para que haja melhor interação.

Saiba mais sobre o tema: http://sitionovo.ifto.edu.br/index.php/sitionovo/article/viewFile/140/86

Chatbots X profissionais do atendimento – podemos substituir?

Os assistentes virtuais não foram desenvolvidos com o intuito de substituir o trabalho humano na área da telecomunicação.

Ao contrário do que muitos pensam, ele vem para resolver questões com menor margem de erros. Em problemas simples, muitas pessoas acabavam por receber informações equivocadas ou confusas, o que por fim, continuavam sem conseguir resolver seu problema.

No entanto, devido a sua busca por palavras-chave em banco de dados, os assistentes virtuais conseguem transmitir ao cliente, qualquer tipo de dado solicitado, desde que exija uma busca mais refinada.

Os assistentes virtuais, então, permitem que essas tarefas sejam feitas de maneira mais precisa, diminuindo o transtorno e o congestionamento nas linhas de atendimento, deixando o profissional livre para a resolução de problemas mais complexos, que exigem maior atenção e cautela na pesquisa.

Os trabalhadores, por mais ágeis e competentes que sejam, irão demorar certo tempo para realizar determinada pesquisa. É aí que entra o assistente virtual, que é capaz de buscar informações em banco de dados com muito mais rapidez.

Neste caso, podemos concluir que os assistentes virtuais não foram criados para substituir o trabalho humano por completo, mas sim agir em conjunto para que o cliente possa obter mais satisfação quanto as suas necessidades.

Assistentes Virtual
Fonte: https://www.hubi40.com.br/assistente-virtual-atende-clientes-em-agencias-de-viagens/

A importância da inteligência artificial

Além disso, para que a inteligência artificial possa ser útil e para que o cérebro dos chatbots possam ser criados e atualizados, de maneira a ser capaz de reproduzir comportamentos humanos e trazer informações relevantes, é preciso que o próprio ser humano o desenvolva.

Neste caso, as pessoas poderão investir em formação específica para a tecnologia, obtendo capacidade para produzir melhorias neste tipo de ferramenta.

Isso irá permitir que mais pessoas possam ingressar no ramo da tecnologia, conseguindo contribuir muito mais com os novos avanços e progressos desse fantástico mecanismo.

E se enganam aqueles que acham que os assistentes virtuais são tecnologias disponibilizadas apenas para o ramo dos negócios ou dispositivos móveis.

Muitas empresas gigantes, que produzem equipamentos eletrônicos, estão aperfeiçoando seus sistemas de chatbots para automatizarem funções domésticas como acionamento de portões, acendimento de lâmpadas e muitas outras coisas, tudo por comando de voz.

E a tendência é que esse mecanismo evolua cada vez mais e torne possível realizar muitas outras funções, apenas conversando com o robô.

Para atingir um público maior, os assistentes virtuais estão se tornando cada vez mais próximos do real.

 Leia também: http://eventos.ufes.br/index.php/lipral/LiPrAL2012/paper/view/796/0

Neste artigo você pôde descobrir o que são os assistentes virtuais e a inteligência artificial, para que servem e como podem ser usados.

Você viu também que, os chatbots foram desenvolvidos para facilitar a vida das pessoas e não para substituir o trabalho humano, pois atividades mais complexas acabam sendo melhor resolvidas por nós.

Ficou com alguma dúvida ou deseja expor a sua opinião? Então envie seu comentário para que possamos lhe ajudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *